Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2006

Este beijo...

Os olhos fechados


as mão frias


Um sorriso permanece


nesse sentir que aqui fica


Uma alma rasgada deste beijo


que aqui sopro


Esperam-te rosas mágicas


neste amanhecer de chuva


Ouve as vozes dos anjos


chamando por ti. Limpa as lágrimas


elas não te querem triste.


publicado por Ejamour de Carvalhais às 15:11
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 22:45
Ai jamour, como precisava de um beijo assim;que um anjo pousasse em mim,e partiria feliz.
Lindo! :)
Beijinhos
MariaIIMaria
(http://vahalla.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariam12@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 17:47
Gostei dos poemas :)
beijosBetty
(http://desfolhada.blogspot.com)
(mailto:ferreiraelisabete@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 17:17
Hoje sinto uma tristeza...
estranha tristeza.
Vem do fundo da alma
E invade todo o meu ser.

Hoje é somente mais um dia,
mais um dia triste que existiu
em meu viver.

Hoje me invade a solidão do mar e
o frio da neve... hoje a sensação
é de falta de chão, alguém que não
possui o coração.

Olho em volta e não tenho mais
em que crer, olho para minha vida
e não há razão para viver...
hoje eu não tenho mais você.

Hoje sou apenas eu, apenas metade.
Sou música sem letra, noite sem lua,
justiça sem verdade...

Hoje sou apenas tristeza...
estranha tristeza...
sou eu sem você...
sou eu sem história...
sou eu sem porque...

Linda
</a>
(mailto:biaola@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 13:26
O beijo que num minuto nos transporta...silenciando o sofrimento, o pranto...e tudo isso por um minuto que nos devolve todo o encanto. Belíssimo poema :) BeijinhosNeith
(http://www.echoes.blogs.sapo.pt)
(mailto:neith@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 10:09
Bonito abraço de carinho que deste a quem dele precisa. És e estás no momento certo. Parabéns por isso. Que venha um novo amanhecer! Um abraço para ti e votos de luz a quem está menos bem. ferrus
(http://ferrus.blogs.sapo.pt)
(mailto:ferrus1@gmail.com)


De Anónimo a 16 de Fevereiro de 2006 às 22:38
Obrigado pelas rosas , obrigado pelos beijos, mas minhas lagrimas tristes são todas para mim, recuso-me ao sonho,amanha talvez aceite tudo, hoje o nada me basta...lindo poema, beijos com carinho.Lagoa_Azul
(http://www.lagoaazul.blogspot.com/)
(mailto:bomdialagoaazul@gmail.com)


De Anónimo a 16 de Fevereiro de 2006 às 15:49
Oiço os anjos chamando o beijo que as lágrimas deixaram cair no rosto do Amor...Uma doçura este poema! Beijo meuMagia
(http://www.blog.comunidades.net/amagiadaspalavras/index.php)
(mailto:perlimpimpins@sapo.pt)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo