Quarta-feira, 13 de Julho de 2005

Esta noite...

Esta noite perdi a sombra do corpo num poema


incompleto


perdi-a na sombra do luar. No olhar de uma deusa.


Esta noite emprestei a voz a um corvo em busca do


seu amor.


Na beleza de um voou as asas abrem-se como que


dizendo: Vem que te quero abraçar... 


Esta noite sou um ser incompleto.


Uma folha de papel que


se perde nas asas do vento.


publicado por Ejamour de Carvalhais às 09:17
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 15 de Julho de 2005 às 10:17
Lindddoooo!!! Se queres um template diferente daqueles que o sapo disponibiliza, vai ao meu blog, lá encontarás com certeza algum que gostes e se não gostares farei um a teu gosto. Fico à espera. Boa sorte para o blog!!!!!


lua_sol
(http://coysitasii.blogs.sapo.pt)
(mailto:lua_sol1@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Julho de 2005 às 10:13
JAMOUR BONITO POEMA!!!!lu
</a>
(mailto:benvindacastro@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 15 de Julho de 2005 às 10:13
Jamour Quem nao te diz que o poema ficará um dia completo.O poema somos nós e quem o completará serás tu e nao eu....um pouco de um poema meu que tambem se chama poema incompleto. Bonito!!!
Gosteipi
</a>
(mailto:piedadesol@netmadeira.com)


De Anónimo a 15 de Julho de 2005 às 03:20
Gostava que passasses lá no "ABOUT LAST NIGHT" (http://bizaazul.blogspot.com/) para participares na festa de aniversário e para soprares uma velinha.Art Of Love
(http://bizaazul.blogspot.com)
(mailto:bizaazul@iol.pt)


De Anónimo a 14 de Julho de 2005 às 12:53
Perdi-me na cadência das tuas palavras poéticas...
Mto bonito! *Lost in Space
(http://www.rainhadovazio.blogspot.com)
(mailto:helenaetrusca@msn.com)


De Anónimo a 13 de Julho de 2005 às 22:10
Olá Jamour

O teu poema é Maravilhoso!

"Uma folha de papel que
se perde nas asas do vento".

Encontra essa folha... com as tuas belas palavras
faz um Arco-Íris... uma poesia.

Beijinhos




Betty Branco Martins
(http://bettybrmartins.blogspot.com)
(mailto:betty_martins@net.novis.pt)


De Anónimo a 13 de Julho de 2005 às 15:57
Mas o vento pára, o papel toma outras formas e tu voltas a achar-te completo! Gostei de saber que estive perto de ti, algures junto ao mar!. Beijinhoscuriosa paixao
(http://curiosapaixao.blogs.sapo.pt/)
(mailto:curiosa-paixao@sapo.pt)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo