Segunda-feira, 13 de Junho de 2005

O reflexo de um lago.

Inúmeras horas, dias e noites perdi-me por completo na imagem de um lago que me cobria com um singelo abraço.


Passeei o corpo mas deixei a alma algures. Visitei o teu olhar na esperança que me visses como alguém que te quer iluminar a vida como o reflexo de um lago. Não te sei contar as histórias das lágrimas. Direi que te poderei amar se me amares como o Sol quando ama a terra. Não te faço promessas de amor eterno, nem juras de amor, abro-te o coração para que faças deste lugar um lago de amor num simples reflexo e eu cantarei o amor com o teu nome.


Brilharei como um lago que se entrega ao luar. De desejos e dores quero te amar a beira deste lago, junto a este reflexo que brilha como o amor que nasce em mim e morre em mim mas se não me amares como o brilho intenso do luar nesta noite que busco o reflexo deste lago que habita em mim, o brilho perde-se, o lago seca restam as lágrimas.


 


publicado por Ejamour de Carvalhais às 11:48
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 13 de Junho de 2005 às 17:43
"Visitei o teu olhar na esperança que me visses como alguém que te quer iluminar a vida como o reflexo de um lago. Não te sei contar as histórias das lágrimas." - gostei sobretudo desta passagem...
Gosto da esperança das tuas palavras... A tristeza faz parte de nós mas são virtuosos aqueles que conseguem vislumbrar esse 'algo mais' além das lágrimas... *Lost in Space
(http://www.rainhadovazio.blogspot.com)
(mailto:helenaetrusca@msn.com)


De Anónimo a 13 de Junho de 2005 às 13:15
Mas um lago assim não pode secar, tal é a alma nele contida de tanto amar. Belo!!!sylpha
(http://almanua.blogs.sapo.pt)
(mailto:sylpha@sapo.pt)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo