Sexta-feira, 8 de Abril de 2005

Há sempre alguém...

Eu sou diferente de ti até


no amor...


 


Nas simples frases...


Nos simples gestos...


No simples toque, na delicia do sabor dos momentos.


Eu sou diferente, porque a minha alma vive do amor.


 


Pois eu dei tudo de mim a


ti...


Eu ofereci sem pedir o que de mim esperavas...


 


E tu só me deste metade de


ti...


 


Jamour


publicado por Ejamour de Carvalhais às 13:49
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 13 de Abril de 2005 às 08:37
Deixaste-me este comentário no meu blog: "Passei por este blog e perdi-me nos ensinamentos que nele se apresenta... Tenho acompanhado o Budismo, confesso que me sinto fascinado. Falar de amor e não senti-lo é antes de mais uma recusa do interior humano baseando na aceitação de todos os seres humanos. Visita o meu blog e continua com o teu. Força e parabéns!!!" - Venho, por este modo, responder-lhe; antes de mais obrigada pela visita, que retribuí; gostaria de acrescentar que o Budismo fala do amor sempre; é pelo amor que devemos caminhar no sentido de chegar à Iluminação; é só através do Amor que é possível adquirir hábitos de vida que conduzam a uma higiene mental e psicológica, que traz felicidade e serenidade. A grande questão que se põe agora é a definição de amor e esta não passa, certamente, por uma paixão efémera, abrasadora e abrasiva; pelo contrário, o Amor é uma dádiva permanente, sem pedir nada em troca, é simplesmente uma oferta sem escrita no livro de "débitos e créditos" -amar é incondicionalmente estar "aqui para ti sempre" e por isso amar não se mistura com ciúme ou inveja (isso é paixão, é apego, é egoísmo, é um querer para si próprio). Espero que te tenha ajudado a ver com "novos olhos" o Amor (numa perspectiva religiosa, mas possível de seguir na vida do dia-a-dia). Até breve http://isabelbodhisattva.blogs.sapo.pt/
isabel
(http://isabelbodhisattva.blogs.sapo.pt/)
(mailto:nyamnyid@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Abril de 2005 às 16:39
:) És diferente de tdo kido...pois já n existe ng como tu...e entao com uma anaconda dessas...........nem pensar... ng te bate o recorde hehehehehhe
lindo desejo-te um excelente fim de semana.. td de bom..... diverte-te mto... e se tiveres tempo nada um pouko até à Madeira hehee pode ser k me encontres por aki :) beijoes meu maluko....... i miss you my friend!!!!!! :( EXTINTA
</a>
(mailto:andyfigueira@hotmail.com)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo