Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2005

Um momento.

 


 


Um momento de silêncio, de magia, eís que surge um vento de mansinho, soprando levemente e sem direcção.


O vento sopra de mansinho nesta noite de estrelas e luar de encanto puro.  Perco meu olhar no Céu. Ao meu redor, folhas secas, gatos miando, árvores bailando ao som do vento. Qual serenata... Grilos acompanham a magia do vento, levantando folhas secas que se despedem das árvores.


É noite, simples e serena, o veludo das palavras saem de mim como a caminhada do rio. Há lugares que envelhecem com o Tempo? Meu coração é um lugar, estará envelhecido? Todas as dúvidas persistem.... Oiço alguém que chora por alguém, passa por mim escondendo as lágrimas... Vergonha de chorar? Nunca tive nem nunca terei, faz parte mim, chorar por mim e pelos outros. 


Um olhar atravessa o meu, sente-me? Serei assim tão transparente? Serei assim, tão sem mim? Aonde estou nesta noite? Este lugar sem nome, de árvores e gatos, de grilos e folhas secas, de almas que escondem as lágrimas. Minha alma não aprendeu a esconder lágrimas.


Inúmeras madrugadas vi o crepúsculo despedir-se num adeus silencioso, deixando as sombras nas estrelas, acolhendo todos os momentos.   


publicado por Ejamour de Carvalhais às 13:00
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 13:08
Lindo............de verdade.Parabéns!...bjsdocerebelde
(http://docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:docerebelde@hotmail.com.pt)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 21:13
O seu poema é muito bonito!maria
(http://blogalvo.blogs.sapo.pt)
(mailto:mrobertson@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 08:24
Bom dia

Muito bonito o teu poema.

Chorar faz parte da vida, as lágrimas secam com a brisa suave que o vento nos tras. Então porque ter medo de exprimir as nossas emoções.

Desejo-se uma boa terça feira
Beijinhos
Ssimpatiaa

Teresa Soares
(http://Num olhar eu vi teu amor, Num olhar eu vi emoção)
(mailto:ssimpatiaa@pop.com.br)


De Anónimo a 21 de Janeiro de 2005 às 16:05
Obrigada por teres visitado meu blog...
Continua a escrever pois tens muito jeito...beijinhos pa tifatima
(http://tudoporumfilho.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Anjinhaaa@sapo.pt)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo