Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2005

...

O sonho de um anjo.



Sonhei, que voava entre o Céu e a terra, espalhando amor nos corações repletos de dor.



Sonhei, que fora o guardião da terra, escrevia nomes de vidas felizes nos sorrisos das estrelas.



Sonhei, com um Tempo de paz em todos os cantos do mundo... Acordei na realidade do meu pesadelo.



Sonhei contigo que me pedes protecção dia e noite... Quanto menos esperares eu estarei sempre para ti.


publicado por Ejamour de Carvalhais às 12:11
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 21 de Janeiro de 2005 às 12:56
Bom dia

Lindo lindo este teu sonho. Não o deixes voar,guarda-o a sete chaves dentro do teu coração.
Gostei.
Passei para desejar Bom fim de semana
Beijinhos
SsimpatiaaTeresa Soares
(http://souapenasmulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:ssimpatiaa@pop.com.br)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo