Sábado, 15 de Janeiro de 2005

O lado bom do mar...

O mar envolve-te, abraça-te nas confissões que fazes. Espuma salgada beija-te o corpo.
O mar consome-te o olhar. Devolve-te a liberdade no caminho infinito que percorres.
O mar acolhe-te, sugando-te as lágrimas. Limpando-te a dor da alma. O mar enfeitiça-te.
O mar beija o luar, envolvem-se numa relação íntima… Cumplicidade. O mar oferece-te conchas de várias cores, algas marinhas numa dança incansável. Golfinhos mergulhando com um sorriso de afecto. O mar leva-te os sentidos, adormecendo-te, embalando-te… O mar ama-te e odeia-te, sentimento recíproco? O mar encanta-te no seu mundo interior… Espécies marinhas de várias cores e formatos. De vários sonhos e mistérios. O mar está ali para nós… E nós estaremos aqui para o mar???

publicado por Ejamour de Carvalhais às 12:50
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 15 de Janeiro de 2005 às 20:12
Bonito Blog.
Se me permitir fazer-lhe uma sugestão que tal um pouco de poesia. Vai ver que ficará um blog um pouco mais alegre... embora deva confessar-lhe que sou suspeita por fazer esta sugestão, é que também escrevo poesia tendo já publicado um livro, não há muito tempo. Caso tenha curiosidade em saber mais sobre o meu trabalho terei tudo o gosto em satisfazer essa curiosidade.Parabéns! Cumprimentos.Maria
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo