Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2005

I will be your man, you will be my woman...

Serei teu... tu serás minha. Do meu amor, dos meus desejos. Plantarei na tua chácara eternamente o meu amor. Sentirás o veludo do meu sentir na tua vida. Serás minha até que te fartes de mim. Megulharemos no rio do amor. Nossos corpos, nossas almas serão um todo. Eu serei teu, do teu amor, de tudo que tiveres. Serei o teu chão, a música que ouves, serei a tua lágrima, a tua dor, a tua felicidade. O teu sorriso. Serei teu até que me doa a alma. E quando chorares deixa que eu limpo-te as lágrimas. Deixa-me ser o que sempre desejaste que alguém fosse na tua vida.

publicado por Ejamour de Carvalhais às 18:22
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 4 de Janeiro de 2005 às 13:41
Obrigado pela visita ao meu cantinho, volta sempre...José
(http://labirintodesilencios.blogs.sapo.pt)
(mailto:j.g.f@portugalmail.pt)


De Anónimo a 3 de Janeiro de 2005 às 19:00
Gostei imenso do k escrevest..a tua namorada deve-se orglhar mt de ti..por a amares axim tanto..eu tb gostava imenso d uma pexoa e tb pensava k seriamos pa smp so um..mas afinal tudo acabou..talvex foi o mlh..pelo menos ja tou a reagir mt mlh =)..espero k exe amor tao grande nunca se acabe nem k ninguem o acabe..É mt bom termos a pexoa k amamos ao nxo lado, sentir k nos ama, sentir o seu abraco, o seu coracao a bater por nos..As vezes pensamos k tudo o que nos temos é exa pexoa mas nao..temos uma vida inteira para viver..Nao podemos fikar triste pk um amor acabou, devemos xorar no momento mas depois nao..Felicidades e adorei o teu blog..visita o meu blog ***********lipinha
(http://www.postigagirl.blogs.sapo.pt)
(mailto:postiga_girl41@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Janeiro de 2005 às 18:49
que pena que pertencas à Sandrapatricia
</a>
(mailto:svegetal@mail.pt)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo

.arquivos

. Abril 2017

. Outubro 2016

. Junho 2016

. Outubro 2015

. Abril 2015

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.links