Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2004

Por ti vou até ao fim.

Assim é no amor. Os dias não se contam, as lutas são constantes, acreditar e ter esperança faz de nós vencedores. Verdadeiros vencedores. Apostar em algo, em nós, em alguém, faz de nós unicos, mesmo que depois a desilusão nos invada o coração, fazendo-o em ruinas. Ao menos tentamos.
De lado a lado, juntos como as asas das borboletas, sim porque uma borboleta não voa só com uma asa, assim é no amor. Os sentimentos não se combinam, nenhum sentimento de afecto, mas se tivermos algo por alguém, mas que recaia a dúvida, a incerteza, precisamos apenas acreditar, porque o hoje pode não ser como o ontem e o ontem pode não ser como o amanhã e o presente???? Por ti que me beijas a alma vezes sem conta, que me tiras de mim e me levas junto a ti, vou até ao fim. Por ti que escreves a tua vida na minha alma, vou até ao fim, não pedi, nunca se pede sentimentos de afecto, tudo acontece. Por ti que me fazes chorar quando recuas com medo da dor, da insegurança, com medo de tudo que te tira o chão que pisas, mesmo assim eu vou até ao fim por ti. Mesmo que digas que os nossos caminhos não se cruzarão lutarei até que me doa a alma. Até que me peças para que desista. E eu serei capaz de desistir por um amor??? Por ti, apenas por ti, que farei eu??? Se não lutar serei eternamente um derrotado. E no amor tudo se ganha e tudo se perde.
Por ti que me levas a lugares de sonhos, fantasias, ilusões, vou até ao fim. Sem o medo de perder um dia o meu coração, ao menos senti-te nas entranhas da minha vida. E sorri como uma criança quando ganha um brinquedo. Por ti que me dizes no teu silêncio, quem és, o que queres de mim, vou até ao fim. Por ti lutarei sem forças mas com vontade de te amar, porque por ti ja fiz algo, disse-te com todas as letras o tipo de sentimento que tenho por ti. Agora escolhe, sem medo, deixa fluir o amor em ti, deixa invadir-te um anjo que te quer proteger. Basta acreditares abre o coração porque encontraste alguém que por ti luta até ao FIM.

publicado por Ejamour de Carvalhais às 17:14
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 13 de Dezembro de 2004 às 18:05
esperança...não sei se um dia acabará este amor que me sufocam
</a>
(mailto:moonless1@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Dezembro de 2004 às 15:13
É bom quando alguém sente o amor dessa forma... Beijos :)C.
</a>
(mailto:alguemquevisitaste@sapo.pt)


De Anónimo a 10 de Dezembro de 2004 às 17:43
por amor fazemos tudo e é axim k tem k ser, temus k arriscar, so axim podemos ser felizes =Pverdinha
(http://www.osmeussegredos.blogs.sapo.pt)
(mailto:verde_girl@hotmail.com)


De Anónimo a 10 de Dezembro de 2004 às 17:25
Boas tardes.
Fiz uma visita ao teu blog, fica a promessa de voltar. Quando puderes, visita o meu. Cumprimentos
e já agora Feliz Natal.
http://opiniaoblog.blogs.sapo.ptP.Santos
</a>
(mailto:Skynet36@sapo.pt)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo