Quinta-feira, 23 de Março de 2006

Toma o meu corpo, dá-me o teu corpo

Rasga-me a alma
trespassa-me o corpo com um punhal
não sentirei dor
sentirei amor, o calor do teu corpo
Morde-me os lábios com um beijo
suculento
suga-me o sangue
como uma vampira.
Sentirei o cheiro das pétalas no teu cabelo
Sentirei o prazer do teu corpo
tocar-me a alma
Deixa-me prender-te nos meus braços
Qual mar revolto
Qual selva assustadora
Eu sou o Adamastor do amor
Toma o meu corpo
Dá-me o teu corpo


publicado por Ejamour de Carvalhais às 09:52
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Angel of Obscurity a 23 de Março de 2006 às 14:20
Adorei esta tua face vampirica, recheada de amor, paixão e muita emoção. O texto está realmento bom.. provoca ou desencadeia um turbilhão de sintimentos ou desejos dos quais nos agradam ;) gostei muito! Parabéns. e obrigado por me teres linkado ;D abraço []


De lagoa_azul a 23 de Março de 2006 às 22:05
A força das palavras no amor da entrega dos corpos,
Mas com a suavidade da entrega que uma paixão desencadeia.

Lindo e sedutor,
Deixo-te beijos com carinho


De Laura Antunes a 23 de Março de 2006 às 22:18
Agradeço desde já a tua visita e o teu comentário.
O teu poema lembrou me uma canção de António Variações, "Dar e Receber", os meus parabens pela tua escrita cheia de força e vontade de viver.
Abraço Laura


De Laços... a 24 de Março de 2006 às 10:07
Olá Jamour, parabéns pela nova casa e pela sensualidade na mistura dos teus corpos! Grande abraço e bom fim de semana.


De Neith a 24 de Março de 2006 às 10:38
E num fundo ngero derramas palavras ergarçadas repletas de tanta beleza :) Beijinhos e votos de um bom fim de semana


De Aran_aran a 24 de Março de 2006 às 20:37
Mhmmm... parece-me que aqui as coisas já aqueceram um pouco!!! ;) Gostei de te ler, um beijinho grande


De Ana Luar a 25 de Março de 2006 às 22:10
Apetece-me dizer-te toma o meu corpo...toma o meu corpo...suga-me que nem um vampiro. Lindíssimo.


De Magia a 27 de Março de 2006 às 10:58
Aqui me tens...prende-me em teus braços...
Não me deixes fugir...

Beijos Mágicos

http://blog.comunidades.net/amagiadaspalavras/index.php



De Jamour a 27 de Março de 2006 às 11:07
Obrigado. A tua magia encanta-me ;)


De Ronin a 27 de Março de 2006 às 13:32
Lindo por de mais este teu texto! Parabéns! Fique em paz!


De cantos redondos a 30 de Março de 2006 às 16:40
Escrita forte. Gostei! Vou voltar mais vezes...


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo