Sexta-feira, 7 de Abril de 2006

Momento

Retratos de palavras consumidos pelo o tempo

Cansado desta espera

Fico perdido num oceano de palavras que me

abrigam os meus momentos

Pensamentos...

Uma vela acesa faz-me brilhar os meus olhos

castanhos mas tristes.

Tristes, mas fugazes no amor.

Ainda tenho acesa a vela da esperança


publicado por Ejamour de Carvalhais às 14:13
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Afrodite® a 7 de Abril de 2006 às 17:21
*Nunca apague a vela da esperança...*

Saudades de sua visita...

http://tokdeseducao.zip.net/
http://blog.labellmidis.com.br/

Carinhosamente,


De o teu silêncio a 7 de Abril de 2006 às 21:46
...é nessa chama que te consome e amordaça....que adormeces cansado da "desesperança"..... será o teu lugar vazio nos braços de alguém?????


De Angel of Obscurity a 8 de Abril de 2006 às 16:15
Não deixes que essa vela se apague.. por mais dificil que seja, por mais frio e cruel que nos pareça.. nao podemos desistir da esperança.. ao menos ela está connosco.
um enorme abraço Jamour..


De Aran_aran a 8 de Abril de 2006 às 20:12
"A esperança é sempre a última a morrer"... ;) Um beijinho grande


De lagoa_azul a 8 de Abril de 2006 às 21:12
...Atrevo-me a soprar suavemente a tua vela, apaga-la para que despertes teus olhos cor de mel para o azul do céu...

...E que soprem novos ventos nas palavras por momentos ou instantes de alegria, que ao roçar pela vela em fantasia, deixa iluminar-te de sonhos...

Desejo-te boa noite, e deixo-te beijos com carinho...


De Camyllynha a 9 de Abril de 2006 às 17:12
ai que lindo o poema. um pouco triste mas muito lindo


De Laços... a 10 de Abril de 2006 às 10:25
Olá amigo...sabes aquela história da esperança ser sempre a última a morrer? É verdade...e morre mesmo se ficarmos à espera da sua hora! Aproveita a luz da sua chama para encontrares depressa o caminho, não esperes que a esperança morra! Grande abraço e boa semana.


De Sofia a 11 de Abril de 2006 às 10:47
Sempre ouvi dizer que a esperança é a última a morrer... e é mesmo assim.
Nunca se pode perder a esperança, por mais dificil que sejam as coisas, porque sabemos que há sempre, nem k seja apenas uma hipotese de tudo mudar e acontecer como nós desejamos... Bjs


De Miguel a 11 de Abril de 2006 às 22:36
Não existe vela de esperança e a espera desespera.. mas sempre existe um brilho de pensamentos e oceanos de "Momento"´s....
..e esses são o que desejarmos que eles sejam!
Excelente, Jamour.. excelente!


De Angel of Obscurity a 12 de Abril de 2006 às 20:55
Oi Jamour.. Proponho-te um desafio. Vai ao meu blog e vê! Resta aceitares;) Uma optima Pascoa para ti.. :)
Um abraço enorme**


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo