Quarta-feira, 9 de Novembro de 2005

O encanto de uma borboleta.

borboleta1.jpg



Abre as asas, dá-me as tuas asas, entrego-te meu corpo. Leva-me junto as flores.
De beijo em beijo, sinto o polén, rendo-me ao perfume de uma flor que se abre ao mundo. Vem borboleta, abraça-me, cobre-me com as cores do mundo, esse manto de várias cores. Esse olhar que adormece no sorriso das flores.
Vem borboleta, fica nos jardins da minha vida. Escreve a delicia do teu olhar nas plantas que te esperam.
Abre as asas, dá-me um beijo antes de dormir.

publicado por Ejamour de Carvalhais às 17:08
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Anónimo a 15 de Novembro de 2005 às 09:56
Acreditar numa borboleta na nossa vida, é uma dadiva divina, transcendente, pendente de acreditar em algo que possivelmente não existe…SHINE
(http://.)
(mailto:mssinet@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 22:33
O doce "pousar" da borboleta... Gostei, beijinhosAran_aran
(http://capricornioemim.blogs.sapo.pt)
(mailto:aran_aran@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Novembro de 2005 às 12:05
Olá!

Quero acima de tudo agradecer a tua visita ao meu blog.

Ainda não tive oportunidade para ler muito do que escrever.. mas o último deixa-me a pensar... as minhas asas? onde me levam elas? !!

Um grande abraço
Pedro mozaPedro Barros
(http://ispoetry.blogspot.com)
(mailto:pedro_mvb@yahoo.com)


De Anónimo a 11 de Novembro de 2005 às 08:22
Jamour....nada digo...silencio-me perante a beleza e a delicadeza das tuas palavras.

Bem hajas!

1 Bj*
LuísaLuísa Mota
</a>
(mailto:luadepedra@gmail.com)


De Anónimo a 10 de Novembro de 2005 às 20:16
Sente-se da leitura uma liberdade transmitida nas asas coloridas da borboleta. Beijinhos.Maria do Céu Costa
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)


De Anónimo a 10 de Novembro de 2005 às 16:30
Uma gravura linda! Uma borboleta que nos enternece o olhar... versos doces que nos fazem sonhar! Beijos e afagos, amigo, no carinho de sempre!Mily
(http://calunguinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:calunguinha13@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Novembro de 2005 às 19:39
Chamaste, abri as asas e vim, e tudo tanto somente para deixar um beijo imenso!sussurros da lua
(http://blogfullmoon.blogs.sapo.pt/)
(mailto:sdracrvalho@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Novembro de 2005 às 18:40
Uma passagem apressada… um olá, um outro pequeno adeus, um grande obrigada. Ando consumida pelo tempo e lutando contra amarras de sonhos que me prendem e me libertam. Ando assim, vivendo por aí, procurando a alma em todo o lado. Ando mais distante, eu sei. Mas em breve voltarei eu. Ou um outro eu. Todos os dias.
Só para dizer... Obrigado pelas visitas.
E não, NÃO ME VOU EMBORA! Apenas o nome e o endereço mudaram... Agora sou em: www.aquelelugarperdido.blogspot.com
Vão e voltem sempre. É também por vós que continuo.
Bjo *

Lost
Lost in Space
(http://www.aquelelugarperdido.blogspot.com)
(mailto:helenaetrusca@msn.com)


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo