Segunda-feira, 11 de Setembro de 2006

Se...

(imagem retirada da net)

Se eu disser no meu silêncio

que amo-te

ouvirás a voz do meu coração

Se eu tocar o teu corpo, beijando-o,

juntando-o

ao meu corpo quente de desejo,

sentirás toda a

tua essência de mulher

Se eu espalhar pétalas com o teu nome

em cima da cama,

velas acesas iluminando

as quatro paredes que nos rodeiam

numa noite de amor,

tu ouvirás as vozes

dos anjos chamando

pelo teu nome.

Se eu quiser saber de mim

tenho de perguntar por ti.


publicado por Ejamour de Carvalhais às 11:11
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De tulipa_preta a 11 de Setembro de 2006 às 12:40
Acabas te de descrever o ke sinto
Adorei
Um beijo grande


De Euphoria a 11 de Setembro de 2006 às 13:43
Porque a muito que leio o teu blog e adoro cada palavra que sentes.. desafio te a ir ao meu blog e a jogares o meu desafio.. :)


De Maria a 11 de Setembro de 2006 às 22:58
Se...as pétalas gritarem o seu nome que não seja em vão...e que os anjos celebrem o vosso amor.
Beijinhos :)
Maria


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo