Sábado, 16 de Setembro de 2006

Até sempre

Não quero falar de amor.

Não...

Não quero gritar por amor até que me

doa a alma

Não...

Antes vou oferecer-te estas lágrimas

num adeus silencioso. Vou partir para

bem longe de ti. Mas  ficarei nas

palavras que te beijaram

o corpo sedento de amor. Serei o teu

diário, teus segredos levarei.

Num momento meus braços serão teus

num abraço apertado

Não vou escrever o teu nome nas

estrelas, a beira-mar vou fazer o

meu túmulo, eu serei mar...

Vou morrer, não será por  amor, mas

por saudade  dos beijos que não

beijei, do corpo

que não toquei.

Vou partir... Mas vou ficar...

Não vou chorar na despedida... Vou

guardar as lágrimas para regar

as flores do meu jardim que têm o teu

olhar.

Adeus... Que eu já volto... Vou para

bem longe. Num lugar sem nome,

depositarei as chagas da minha da dor

              

              Adeus

tags:

publicado por Ejamour de Carvalhais às 10:16
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Maria a 16 de Setembro de 2006 às 12:32
Fizeste-me chorar com este teu adeus.Que amor é este que escondes bem dentro da alma ? Um amor assim merecia melhor sorte.
Com esperança "até sempre", mas o adeus causa tristeza.
Gostei muito deste teu poema.Será que posso leva-lo comigo?
Beijinhos
Maria


De tulipa_preta a 16 de Setembro de 2006 às 15:25
Deixo o teu caminho livre sem rastos.. sem marcas..
Para ke possas buscar a felicidade ke não te consegui dar...
As marcas de carinho e ternura ficaram gravadas em minha alma ...principalmente o brilho dos teus olhos ....
Despeço-me de ti com lágrimas nos olhos mas principalmente no coração ...
Perdoa-me


De K a 16 de Setembro de 2006 às 21:59
Este seu adeus tocou profundamente o meu coração que este até doeu. Tb gosto de escrever, abri um blog, quando puder dê uma passadinha por lá. Espero que goste do meu cantinho. Desejo muita inspiração para ler estes tão profundos sentimentos transcrevidos em palavras. Abraços


De K a 19 de Setembro de 2006 às 19:36
Olá!!!! Passei para agradecer o adorável comentário e sua visita. Apareça, mais vezes. Abraços.


De Ni a 8 de Outubro de 2006 às 05:25
Nunca pensei de ficar to emocionada ao ler um texto... A dor do adeus... Só quem já passou pela mesma... Te entenderá...

A vida ainda te reserva muito amor...

Não chores pelo inevitável...

Boa Sorte


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo

.arquivos

. Abril 2017

. Outubro 2016

. Junho 2016

. Outubro 2015

. Abril 2015

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.links