Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Hoje acordei

Para essa vida que me deram

Hoje acordei e vi passaros

negros

Voando num ceu estrelado

Hoje vi pessoas na rua

dormindo no desespero

sem esperanca

Hoje acordei

sem nada

sem chama

ando perdido nessa vida

sem um sorriso que me abrace

Vou fazer o que Deus me aconselhar

no sonho do mundo


publicado por Ejamour de Carvalhais às 15:10
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Ivan a 31 de Maio de 2009 às 23:28
Meses fora da net.
Mas não sem guardar endereços que muito estimei.
Agora, volto.
E, espero, restabelecerei antigos e jamais esquecidos laços.
Beijo em seu coração!

Bom que seu espaço continua!


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo