Sábado, 17 de Outubro de 2009

Poemas dentro de mim

Eu tenho poemas dentro de mim

diferentes sentimentos,

um diario de amor

com rostos invisiveis, frases

soltas, adormecidas como o

fogo que arde sem cessar.

Tenho poemas dentro de mim como

espadas afiadas de anjos revoltados,

Ceu claro, noites de temporais,

mortalidade sentida, momentos vestidos

de emocoes.

Poemas como arvores

de galhos fortes, raizes musculadas.

Eu tenho dentro de mim

tanto faz de dia ou de noite

poemas que nunca

cheguei a escrever.


publicado por Ejamour de Carvalhais às 15:03
link do post | comentar | favorito
|

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo