Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

Momento divino

Ancora perdida

neste mar sem nome de

imensos segredos por

detras da verdade.

Angustiado,

insaciado,

corpo sem sombra debaixo

de um candeeiro numa rua deserta

de emocoes, de janelas abertas

a solidao.

De volta a casa da perdicao

interior, uma constante busca

do Eu...

Sensacao sentida de estar sozinho

neste gingantesco mundo aonde a chuva

do amor se recusa a cair.

Simplicidade sentida num retrato

de lagrimas escondido debaixo da cama.

Velas acesas, uma biblia aberta

Salmo 13...

A busca da ajuda divina neste

quarto vazio, coracao perdido

no passado, templos sagrados

em ruinas.

A verdadeira essencia da palavra

reside no conhecimento interior

valorizando a aceitacao do bem.

sinto-me: Pensativo

publicado por Ejamour de Carvalhais às 16:15
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Angel of Obscurity a 21 de Outubro de 2009 às 15:29
Traduz mágoas e dores mas com uma beleza que te é caracteristica. Força amigo!

abraço


Comentar post

.Autor:Ejamour de Carvalhais

Não sou poeta, nunca fui, nunca desejei sê-lo. Sou apenas amante das palavras... Nesta folha negra deposito o que a minha alma me diz ao ouvido. Voz singela, de veludo, encanto que sinto a devorar-me o corpo. Rendo-me a simplicidade sentida da minha Alma, Fé, Essência que me guia na luz do amor. (Obrigado pelas visitas e comentários...)

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.A voz da alma

. Abraço não sentido

. Diferente

. O teu nome

. Eu a ti, pertenço

. Até amanhã

. ... E no natal.

. Eterno

. Um poema só teu.

. Sedução

. Um tempo